Existe uma crença de que somente pessoas com muito dinheiro podem viajar. Esqueça isso, é possível planejar ótimos roteiros e fazer uma viagem barata.

Passos para economizar e viajar mais

Abaixo daremos algumas dicas de como planificar seu orçamento e te inspirar a tirar aquela viagem tão sonhada do papel. Não existe uma fóruma mágica, tem que fazer alguns ajustes no seu dia a dia, cortar alguns gastos e rever prioridades, escolhas são necessárias.

Primeiro passo: trace uma meta

Quando colocamos um objetivo final, fica mais fácil seguir um caminho. A primeira coisa que você precisa fazer é decidir o tipo de viagem que você quer, quanto ela custa e quanto você pode guardar por mês até a data. Assim você traça um objetivo e se mantém dentro do plano.

Considere uma viagem em baixa temporada

Viajar em meses de baixa temporada é uma boa opção para economizar dinheiro, já que os pacotes, passagens e hospedagens estão com preços mais em conta nesses períodos.

Mude alguns hábitos

Fazer uma lista de gastos é importante para saber o que é realmente necessário para sobreviver e o que pode ser facilmente cortado ou substituído. Por exemplo, se você gasta uma fortuna em mensalidade na academia, você pode buscar lugares mais baratos ou até treinar no parque, com aplicativos gratuitos no celular que te ajudam a montar treinos. Se gosta de comprar roupas, que tal dar uma olhada em sites que vendem itens usados? Cozinhar mais, comer em casa, comprar em feiras de rua, fazer você mesmo a limpeza da casa, cancelar alguns canais da TV a cabo que você não assiste, entre outros. Se esforçar para manter um pensamento minimalista, de que não é necessário muito para viver, ajuda bastante. Tem um documentário ótimo no Netflix sobre esse tema: Minimalism, um documentário sobre as coisas importantes. Recomendamos!

Venda o que você não usa mais

É comum ter muitas coisas em casa que não usamos e não percebemos. Elas continuam paradas, todos os dias, sem utilidade nenhuma. Na tentativa de guardar dinheiro e conseguir uma renda extra, mesmo que pequena, faça uma limpeza do que você realmente precisa, e o que estiver em boas condições você pode vender. Pode ser pela internet ou em algum bazar. Existem outros benefícios ao fazer esse exercício: limpar a energia parada dessas coisas da sua casa e incentivar o consumo consciente. Por que não tentar?

Pesquise muito para sua viagem (muito mesmo!)

Não é de primeira que se encontra a melhor passagem e opções de hospedagens. Existem alguns sites que podem te ajudar: Skyscanner, Melhores Destinos, Decolar, Kaiak, Google Flights, entre outros (vamos abordar em detalhes essas plataformas em outros posts). Para nós, o ideal é buscar de 6 a 4 meses antes, fazendo pesquisas constantes para verificar as mudanças de preços. Faça uma lista dos seus destinos preferidos e coloque em uma planiha todos os valores, assim você consegue ver o que se encaixa melhor no seu orçamento. Além disso, inclua na pesquisa o custo de vida de cada destino, quanto vai gastar com comida e passeios, o site Quanto Custa Viajar é perfeito para te auxiliar nessa pesquisa.

Se você usa o cartão de crédito, aproveite as vantagens

Verifique com o seu cartão de crédito se você tem pontos para trocar por milhas. É sempre bom saber quais são os benefícios que você tem e assim utilizar. Afinal, vamos buscar algum retorno desses gastos do cartão, certo? Você pode se cadastrar em programas de relacionamento das companhias aéreas e depois migrar esses pontos para alguma delas. Faremos um post mais específico sobre esse assunto.

Hora de colocar em prática!

Alguns itens são mais simples de resolver do que outros, mas o importante é manter o foco no seu objetivo e seguir em frente. Se precisar de ajuda peça, arraste alguém para entrar nesse “treinamento” junto com você e mantenha uma planilha com gastos para rastrear as mudanças e sua poupança. Olhe a sua volta e encontre oportunidades e alternativas para poupar o seu dinheiro. Se você realmente deseja algo, você faz acontecer. Confie!